Tags

, ,

Oi meninas! Desculpem pelo sumiço, mas é que nesse meio tempo aconteceu tanta coisa, que fica até difícil contar aqui. Elaborei um post falando sobre roupas para jornalistas. Sou suspeita para falar, pois faço o curso de comunicação.

Como é difícil se vestir com peças básicas e discretas sem ficar com o look monótono. Todas as jornalistas gostariam de acordar com a cara da Patrícia Poeta e montar um visual rápido na correria do dia-a-dia. Então, peças-coringa como coletes e camisas de alfaiataria englobam o guarda-roupa daquelas que são, ou gostariam de um dia ser, jornalista!

Item por item:

* CABELO:

Não tem uma dica específica para os cabelos. Algumas jornalistas afirmam que na correria do dia-a-dia, é melhor ter cabelo curto, pois é mais fácil de arrumar e mais prático para manter. Mas outras jornalistas como Mariana Ferro, do programa Bem Estar, ou Patrícia Poeta do Fantástico, preferem manter o cabelão e se destacar em programas menos factuais. Fátima Bernardes, por exemplo, cansou de ter cabelo preto, depois que optou por clarear, ganhou mais notoriedade.

* ROUPAS:

Pensou em sair montada como uma árvore de natal? Tá louca, menina?! Quem deve ser destaque é a notícia ou então o entrevistado. Peças de alfaiataria como camisas, calças ou coletes, são discretas e simples. O colete consegue dar aquele ar mais despojado ao look, sem contar que é peça chave para qualquer produção jornalística.

* SAPATOS:

Para quem trabalha com tevê, o ideal é usar sapatos fechados ou sandálias com um saltinho. Quem trabalha em outros meios ou se vira a pé, é legal usar uma rasteirinha ou sapatilha. Sem muita formalidade, já que não vai aparecer em frente às câmeras. Conforto é tudo nessa hora!

* BOLSA:

No dia-a-dia tem que usar bolsa grande. Não diria uma maxibolsa, já que na correria, é capaz da gente deixar ela em qualquer lugar. A bolsa carteiro ou a tiracolo, fica presa na gente, e por ser grandona, facilita a locomoção de gravador, câmera, bloquinho, canetas e aquele famoso Manual da Folha. kkk  Para a cobertura de eventos mais chiques, use uma clutche. Não é porque a gente está trabalhando que não podemos ficar mais chiques.

* UNHAS:

Já pensou em deixar a unha crescer se você não tem tempo de cuidar dela direito? Vai ficar horrível. Mas se você costuma ir ao salão nos finais de semana, pode até deixar crescer. Mas não pode pintar com esmaltes escuros ou chamativos. O esmalte Renda, da Risqué, é ideal. Discrição é palavra de ordem. Certamente você já viu a Fátima Bernardes usando o clássico vermelho, mas lembre-se, Fátimas Bernardes já conquistou a credibilidade, e se você está iniciando, não deixe que suas unhas chamem mais atenção do que o seu profissionalismo.